Incrível Show de James Blunt em BH

James Blunt em Belo Horizonte - Um show memorável para todos!

James Blunt em Belo Horizonte - Um show memorável para todos!

Neste último domingo, dia 22 de janeiro de 2012, foi um dia memorável para muitos fãs que compareceram no show de James Blunt no Chevrolet Hall, em Belo Horizonte. Foi a primeira vez que o ex-militar britânico esteve em Minas Gerais e,  se depender da recepção dos fãs e da felicidade do cantor, certamente são grandes as chances de vários retornos de Blunt em terras mineiras.

Rascunho de Bordo

Antes de começar a dizer como que foi o show, é sempre bom relembrar o antes, para falar sobre os fatos decorrentes e dizer também como foi o depois.  Ok, realmente vou dar uma voltinha. Mas vai valer a pena ler tudo, pode acreditar nisso!

Amigos no Show de James Blunt - Da esquerda pra direita: Hermano, Clara, Marina, Luiza e eu, Magno

Amigos no Show de James Blunt - Da esquerda pra direita: Hermano, Clara, Marina, Luiza e eu, Magno

Certamente o último domingo tinha tudo para ser um dia pacato (como todos os domingos sempre são). Mas nada melhor do que um bom show pra começar a semana super bem. Para evitar o nevorsismo de não chegar cedo para garantir um melhor lugar, eu já estava no Chevrolet Hall às 14h15 (tá, o show estava marcado para às 19h) e já havia algumas pessoas (umas 20 no máximo) do fã clube que veio para o show aqui em BH. Já havia combinado com alguns amigos via Facebook de encontrar lá, como o Hermano, Luiza e Marina, e acabei fazendo novas amizades com a Clara e o  Michel. Também conheci a Rita Blunt, que é, de fato, a maior fã do James Blunt no Brasil, sem a menor sombra de dúvidas (basta acompanha-la no Facebook e ficar por dentro de tudo que acontece no Universo Blunt)  e ainda me presenteou com uma linda camiseta com o “E” de James e um broche do fã clube. Nem preciso dizer o quanto que fiquei feliz e agradecido.

Como não tínhamos muito o que fazer (o calor mal castigou, graças a sombra onde estávamos) ficamos em pé o tempo todo, conversando sobre música, artistas diversos,  shows que já ocorreram em BH, expectativas e tudo mais. O tempo parecia lento, vagaroso. Estava tudo muito calmo em frente ao Chevrolet Hall, sem fãs histéricos, coral de hits ou qualquer tipo de confusão que sempre costuma ocorrer, inconvenientemente. Parecia que seria mais um domingo daqueles cansativos, que matam bem aos pouquinhos por conta da segunda-feira indesejável por pelo menos 99% da população…

E então, James chega

James Blunt esbanjando simpatia para o público presente

James Blunt esbanjando simpatia para o público presente

De repente, chega uma van simples, como se fosse fazer uma simples entrega. Como eu já tenho uma experiência no mesmo local com uma cantora (um dia conto essa loucura hehehe), eu sabia que James Blunt estava lá dentro. Avisei à todos, mas quase ninguém deu muita importância. Então James resolve sair da van, ali mesmo na porta do estacionamento, sem nenhum segurança ao lado, de calça jeans básica, camiseta preta e um óculos escuros. Foi tão repentino que todos já ficaram em estado de choque. Ele se foi tão rapidamente, deu apenas uma olhada ligeira para a fila  e entrou pelo estacionamento do Chevrolet Hall, como qualquer outra pessoa em qualquer outro lugar. Foi surreal, estranho, mas incrível.

Depois disso, claro que nós já estávamos rindo até a orelha, “Ele chegou, ele chegou!”, mas naquele momento, às 15h30, erámos no máximo 30 pessoas na fila. Realmente ficamos apreensivos, com aquele medo de que James pudesse odiar se apresentar em nossa cidade, ainda mais depois dos ótimos shows que já tinha realizado em Porto Alegre, São Paulo, Rio de Janeiro.  Também seríamos uma parcela mínima para lotar um espaço que comporta 5.500 pessoas. Mas ficamos por ali mesmo, rindo, conversando, calmos até demais com aquele friozinho na barriga para o show começar, ou para ver no que iria dar.

E que abram os portões

Mais ou menos no horário de 16h30, os segurança do Chevrolet começaram a organizar as filas. A fila havia aumentado pouca coisa a mais. Tanto que os seguranças queriam abrir os dois portões ao mesmo tempo. Jamais! Estávamos ali desde mais cedo do que muita gente, portanto tínhamos o direito de entrar primeiro. Óbvio que assim foi. Um pouco mais das 17h finalmente entramos, garantimos nossos lugares na grade, bem em frente ao palco, em uma distância de no máximo 1 metro. Então era esperar até às 19h para o show começar. Enquanto isto, uma grande fã do James, A Beth Fernandes fez 1.000 cartazes, intitulados “Oh Bill” e “You´re Beautiful” para homenagear o cantor,  além do lindo broche (que eu ganhei) que ela distribuiu para algumas pessoas que estavam na fila .

Some Kind Of Trouble Tour

James Blunt no Chevrolet Hall

James Blunt no Chevrolet Hall

Enquanto esperávamos o show começar, aos poucos o Chevrolet Hall começou a encher. As pessoas começaram a chegar mesmo era por volta das 18h. As arquibancadas foram preenchidas aos poucos e quando percebi, o local estava praticamente lotado, com pessoas de todas as idades, desde crianças acompanhadas dos pais até senhoras e senhores foram prestigiar James Blunt. O que mais me chamou a atenção foi a educação de todos, respeitando o espaço alheio, fato que é raro de  acontecer. Claro que o calor estava demais, mas não houve nenhum tipo de briga, de empurração, nada disso. Foi incrível isso.

Por volta das 19h15 a banda entra ao palco. Se antes o público estava mais calmo, conversando, ou até mesmo cantando e dançando as músicas que tocaram antes do show, de repente, uma gritaria tomou conta do local. Cãmeras e mais câmeras apontavam para o palco, todos ansiosos por demais para ver finalmente James Blunt no palco. Enquanto a banda se posicionava (todos  muito bem vestidos, com trajes que pareciam que tocariam em uma ópera) finalmente James Blunt aparece no palco para delírio de todos, vestindo uma simples calça jeans e uma camiseta cinza, fugindo de qualquer estereótipo que muitos artistas ostentam sem nenhuma necessidade.

James Blunt cantando seus hits com os fãs

James Blunt cantando seus hits com os fãs

Como sempre, James foi muito simpático do começo ao fim do show. Desejou à todos “Boa Noite” e gritou por várias vezes “Belo Horizonte” para delírio de todos. A cada música que iniciava, todos gritavam e o melhor de tudo é que quase todo mundo cantou todas as músicas do começo ao fim (ou pelo menos tentavam, rs), formando uma segunda voz perfeita em todas as músicas. Isto, de fato, é inédito, já que muitos vão em shows internacionais por conta de um hit ou outro. A sinergia entre James Blunt com o público foi algo tão marcante que James não conseguia parar de sorrir e olhar para  os demais amigos de banda no palco, com aquele olhar surpreso diante de tudo aquilo que estava acontecendo.

As baladas como Carry You Home, High, Same Mistake e Goodbye My Lover marcaram e muito a noite. Já a música You´re Beautiful foi incrível, por diversas vezes James permitiu que o público cantasse vários versos da música, emocionando ainda mais todos que estavam ali. As mais agitadas como Wiseman, Dangerous, So Far Gone e Superstar mostrou que Blunt é mais do que um cantor romântico, rótulo que muitas vezes é dedicado ao artista. Com seu violão e guitarra, ele mandou ver um ótimo Rock´n´Roll diante do público, tanto que o suor que escorria pelo seu rosto mostrava que ele realmente é um artista de verdade. Os melhores momentos da noite foram: em I´ll Be Your Man, James simplesmente pulou no público, em um perfeito stage dive, mostrando que além de ser simpático, é muito apegado aos seus fãs. Neste momento eu confesso que peguei na mão dele e pra mim foi incrível. Foram por poucos segundos (senão eu corria o risco de perder meu lugar na grade) que valeram e muito. Após isto, James e sua banda sai do palco e,à pedido de todos, eles retornam e encerraram a noite com Stay The Night juntamente com a clássica 1973, com direito a subir no piano, fazer movimentos de surf e ainda estender a bandeira do Brasil para todos, presente jogado por uma fã no palco.

Veja o vídeo de James Blunt pulando no público:

James Blunt com a Bandeira do Brasil na música 1973

James Blunt com a Bandeira do Brasil na música 1973

Realmente a vinda de James Blunt para Belo Horizonte não foi apenas para um simples show. Foi uma noite de muita diversão e emoção, tanto por parte do público quanto por Blunt e sua banda. No fim do show, eles tiraram uma foto do público, mostrando que realmente adoraram estar ali com todo aquele público naqueles poucos minutos que se tornaram inesquecíveis para todos ali presentes.

Para mim, James Blunt sempre foi um dos melhores artistas que surgiram no decorrer desses últimos anos. É um ótimo compositor e um cantor com uma ótima voz ao vivo. Neste show aqui em Belo Horizonte (acredito que nos demais shows que foram feitos em outros estados) constatou para os fãs que Blunt é muito mais do que aparenta. Como disse meu novo amigo Michel no seu Tumblr “Que James Blunt é muito mais que “You’re Beautiful” é evidente.”

James Blunt forever and ever!!!! ;D

Veja o vídeo de You’re Beautiful ao vivo em Belo Horizonte:

As fotos e o vídeo de You’re Beautiful foram cedidos por Marina Melo.

E você esteve no show? Deixe seus comentários!!!! 😀

Anúncios

14 comentários em “Incrível Show de James Blunt em BH

  1. O James Blunt é um músico completo, a voz dele nos shows é igual aos albuns de estúdio, prova que não é usado nenhum efeito para melhorar a voz, além de cantar ele toca vários instrumentos mostrando -se completo em palco e provando que para ser famoso não precisa cantar em palcos com efeitos especiais,quando o cantor é bom só precisa abrir a boca e cantar é o caso do James Blunt.
    Eu sou fã do James Blunt desde o início de sua carreira,e saí de muito longe para vê-lo junto com uma amiga,moramos em Escada-PE viajamos com a cara e a coragem ,com a bolsa nas costas e duas bandeiras a do nosso Estado e a do Brasil,até hoje eu estou em estado de choque por ele ter usado a bandeira no show,depois de ser atirada por mim no palco,e ainda mas feliz fiquei quando eu tive a sorte de segurar sua cintura e pernas na hora que ele se jogou no público,o show do James Blunt foi um presente de casamento que ganhei do meu marido,que vai ficar na minha memória eternamente.

    • Magno Martins disse:

      Olá Laila,

      Parabéns pela iniciativa de sair de tão longe para vim ao show aqui em Belo Horizonte. Realmente James Blunt é um artista completo, tem uma ótima voz, grandes hits e além do mais, é um cantor que tem muito mais a oferecer do que muita gente por ai.

      Eu fiquei muito, mas muito feliz mesmo de ter ido ao show, superou e muito minhas expectativas.

      Também sou fã desde o início e sei que serei a vida toda.

      Volte sempre Laila.

      Um abraço!
      Magno Martins

      • realmente a emoção é muito grande…eu estou revendo as minhas fotos e v´deos eu ainda não acredito que eu estava tão pertinho….

      • Magno Martins disse:

        Com certeza Laila, não há palavras que descreva a sensação de estar perto de um artista que admiramos, que faz parte de nossas vidas!

        Foi único!!!!

        Um abraço!
        Magno Martins

  2. Luiz disse:

    só pra constar chevrolet hall comporta 5.500 pessoas

    • Magno Martins disse:

      Olá Luiz, tudo bom?

      Muito obrigado pela informação! Já atualizei no post.

      Volte sempre!

      Um abraço!
      Magno Martins

  3. Alan disse:

    A coleguinha Laila sempre presente! Sensacional!
    Li alguns artigos sobre o show em BH do James.
    Acredito que este seja um dos melhores que li, pois traduziu e muito o que nós, fãs brasileiros sentimos ao vê-lo! Para mim, que assim como muitos, acompanham ele desde o início da carreira, foi uma emoção indescritível. Não pelo fato de atrapalhar os seus cabelos quando ele se jogou na galera )(sim, vi minha mão em muitos videos no Youtube), nem pelo fato de tê-lo cumprimentado na saída do Chevrolet. Mas James, como referenciou uma amiga minha, é uma estrela com coração. E ele é isso mesmo! Além de um artista completo, tem um coração enorme onde cabe todos os fãs! Emoção na pele!
    Mais uma vez, parabéns pelo artigo!

    • Magno Martins disse:

      Olá Alan, tudo bom?

      Nossa, conforme você mesmo disse, “Para mim, que assim como muitos, acompanham ele desde o início da carreira, foi uma emoção indescritível” realmente é mais do que verdadeiro. Eu também sou fã de James desde o início da carreira e nós, fãs, percebemos o tanto que ele é incrível. Esses shows aqui no Brasil apenas constatou o que já sabemos: James Blunt realmente é um artista com coração.

      Tantos que vêm para cá com tanto medo (que muitas vezes é compreensível, de fato) que afasta os fãs, criando aquele vão entre o artista e o público. Isso é ruím, pois nós sabemos o tanto que é difícil e complicado ver um artista internacional que tanto apreciamos. Mas James foi o que mostrou diferencial, desde sua chegada simples, mas marcante, até no momento que ele pulou no público e finalizando com a bandeira do Brasil. Foi incrível ver tudo isso tão de perto.

      James Blunt foi um dos raros que realmente fez todos os shows com muita dedicação, principalmente aqui em Belo Horizonte. Reflexo disso é a satisfação de todos os fãs que estão quase sem acreditar que todo aquele show realmente aconteceu. A simpatia, o carisma e o talento que realmente define James Blunt.

      Estou muito feliz mesmo de saber que gostou do meu artigo sobre o show. Assim como ele fez os shows com tanta dedicação, que eu fiz este artigo. Quis realmente mostrar que foi incrível, aprazível, surreal todos os momentos que vivi neste dia que jamais esquecerei por toda minha vida.

      Muito obrigado mesmo pelo retorno. Volte sempre aqui!

      Um grande abraço!
      Magno Martins

  4. Michel disse:

    Muito legal seu texto, Magno! Relembrei todos os momentos daquele dia incrível! Valeu pela citação tb!

    Abraço!

    • Magno Martins disse:

      Olá Michel, tudo bom?

      Que bom que gostou do texto. Foi um dia memorável, não consigo parar de relembrar! 😀

      Abraço meu caro!!!

  5. Beth Fernandes disse:

    Oi Magno! Muito boa suas observações sobre o show…o antes, o durante e o depois…rs. Só senti falta de um comentário sobre os cartazes. James ficou emocionado com a homenagem e eu fiquei absolutamente orgulhosa disso porque foi eu quem os confeccionou. 1000 “OH BILLY” e 1000 “YOU’RE BEAUTIFUL”. O show foi maravilhoso, inesquecível. Gostou do boton e da camiseta? Foram ideias do meu esposo. Todo mundo adorou. Pena que não teve para todo mundo. Na próxima vez capricho mais na quantidade…hehehe. Você comentou sobre a Rita. Realmente, ela é a número 1. Pessoa maravilhosa, doce, alegre e totalmente doida. kkkkkk

    • Magno Martins disse:

      Olá Beth, tudo bom?

      Os cartazes ficaram ótimos!!!!! Eu peguei o cartaz de “You´re Beautiful”. Você fez um ótimo trabalho e o broche eu guardei de todo o coração. Muitas pessoas queriam o meu broche, mas de jeito nenhum que eu daria hahahahahahaha. A Rita realmente é um amor de pessoa!!!

      Peço mil desculpas por não ter mencionado os cartazes. Antes tarde do que nunca, o post foi atualizado sobre os cartazes que você fez com tanto carinho para todos nós.

      Parabéns mesmo pelo ótimo trabalho!!!! Tenho certeza que James Blunt ficou satisfeito ao ver grande parte do pessoal com os cartazes!!!!!!

      Um grande abraço e volte sempre!!!
      Magno Martins

      • Beth Fernandes disse:

        Valeu Magno!
        Abraço!
        Quando a Rita me pediu o broche para dar à você, ela te mencionou com muito carinho. Falou que você é um amor de pessoa. Ó, ela sabe das coisas…rs
        Tudo de bom e muito Sucesso!

      • Magno Martins disse:

        Olá Beth!

        Agradeço muito por suas palavras! Além de ter ido ao show que foi muito bom, eu conheci várias pessoas tão legais, isso incluindo você, a Rita e a Laila!

        Um grande abraço e volte sempre aqui!!!

        Magno Martins

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s