Para Ouvir em Casa: Goodbye Lullaby – Avril Lavigne

Goodbye Lullaby é um álbum cru, orgânico, recheado de melodias entoadas por violões acústicos e piano.

Goodbye Lullaby é um álbum cru, orgânico, recheado de melodias entoadas por violões acústicos e piano.

Após quatro anos sem lançar um novo álbum, Avril Lavigne retorna ao mundo musical com seu novo álbum Goodbye Lullaby. Cantora, compositora e estilista, Avril Lavigne, aos 26 anos, demonstra uma carreira consolidada em 9 anos: milhões de álbuns vendidos (Let Go, Under My Skin e The Best Damn Thing), hits pelo mundo afora (Complicated, Skater Boi, I´m With You, Don´t Tell Me, My Happy Ending, Girlfriend, Hot entre outros), atuações em cinema (Fast Food Nation, The Flock e Over The Hedge), sua linha de roupa Abbey Dawn e seus dois perfumes de sucesso: Black Star e Forbidden Rose.

Afinal, por que tanto tempo fora do mundo musical? Ela mesma explica: “Passei dois anos em turnê do meu último álbum, lancei dois perfumes, desenhei minha linha de roupas e estive trabalhando neste cd por dois anos.” Mas muitas coisas aconteceram no decorrer desse tempo: seu divórcio com Deryck Whibley, a gravadora adiando seu álbum e diversas outras coisas.

Em algumas entrevistas, Avril deixa claro que a gravadora por diversas vezes tentou cancelar seu álbum. Afinal, Goodbye Lullaby não é um álbum muito comercial. “Este álbum estava pronto há muito tempo, há quase um ano. Houve muitos gritos, frustrações e lágrimas, mas eu estou orgulhosa por ter feito o álbum que eu queria.”, desabafa. Afinal, como eu já publiquei neste post aqui, o mercado fonográfico está um caos e certamente Avril não queria ser engolida pelo furacão dos hits desesperadores. Isto a torna diferente de tudo o que está sendo lançado.

What The Hell: single não remete o contexto de Goodbye Lullaby

What The Hell: single não remete o contexto de Goodbye Lullaby

Ao lançar o novo single What The Hell, Avril se mostra ousada: aparece de calcinha e sutiã no início do vídeo, tranca seu namorado no banheiro para fugir dele, rouba um taxi, se insinua para um time de basquete, faz compras e parte para um show. Na verdade, Avril não se mostra tão empolgada com o novo single, uma vez que ele remete e muito seu cd anterior, The Best Damn Thing. É certo que este single deve ter sido imposto pela gravadora para que ela pudesse lançar o novo cd, pois é a única música que não se encaixa no contexto do novo trabalho.

“O tema deste cd é sobre a vida, sobre o ser humano e ter altos e baixos. E encerrar um capítulo da sua vida e seguir em frente com forças. Crescer, apenas.”, esclarece Avril. Seu ex marido, Deryck Whibley produziu 7 das 14 faixas do álbum: “Somos ótimos amigos e somos uma família. Ele tem um ótimo cérebro para música e estou grata por ele ter produzido o álbum.”. Avril também relata que produziu sozinha duas músicas deste novo álbum, além de ter co-escrito todas as músicas (coisa que ela faz desde seu primeiro cd, Let Go). “Se eu vou fazer uma turnê durante tanto tempo, é preciso que eu me sinta bem com o que estou cantando, não poderia fingir algo durante tanto tempo.”.

Goodbye Lullaby é um álbum cru, orgânico, recheado de melodias entoadas por violões acústicos e piano. Avril se mostra mais madura: relata suas experiências em cada verso de cada música. É um cd original, sem pretensões, algo mais despido. Como sempre, é um álbum que dividiu muitas opiniões, pois Avril conquista novos fãs a cada novo álbum, mas também perdeu muitos, já que para muitos, ela perdeu sua essência desde o primeiro álbum. O fato é que muitas pessoas não entendem é que todos um dia crescem e é necessário um artista também crescer e se reinventar. Cabe a cada um se identificar ou não.

Este novo trabalho remete muito seus dois primeiros álbuns (Let Go e Under My Skin), mas revela um ser humano mais maduro, que é capaz de expor seus sentimentos através de versos e músicas de boa qualidade.

Segue abaixo um review de todas as músicas do novo CD (clique nos títulos para ouvir as músicas):

1 – Black Star: música de introdução do álbum, que tem apenas 1:34, onde se tema impressão de que você está entrando no mundo de Avril. Esta música foi trilha sonora do comercial de seu perfume de mesmo nome. Avril já nomeou sua nova turnê com The Black Star Tour, onde ela vê que os fãs em sua platéia são como as estrelas de seu show.

Verso: “Black Star, Black Star, forever you will be, a shining star… ”

2 – What The Hell: single do novo cd. É uma música divertida, com versos fáceis e até grudentos. Certamente é a música mais deslocada do novo trabalho, mas é uma música que fala sobre liberdade, sobre chutar o balde e muito mais.

Verso: “All my life I’ve been good, but now
Ah, I’m thinking “what the hell”
All I want is to mess around
And I don’t really care about”

3 – Push: certamente é uma das canções destaque do novo cd. Entoada por um violão acústico, ela se junta ao seu ex-guitarrista e amigo Evan Taubenfeld e revela vocais bem parecidos de sua conterrânea Alanis Morissette. É uma música que relata brigas de casais, onde tudo o que pode acontecer deve ser resolvido com calma, pois tudo que acontece, independente do que seja, envolve o amor entre ambas as partes. Possivelmente sera o novo single de Goodbye Lullaby.

Verso: “Maybe you should just shut up
Even when it gets tough
Baby ‘cause this is love.”

4 – Wish You Were Here: uma ótima música com violões, piano, bateria e arranjos vocais bem trabalhados. Nesta música, Avril revela a dor de ter alguém longe por causa de uma situação qualquer, onde os versos declaram o quanto queria que esta pessoa estivesse presente. É uma canção honesta, soa como um pedido de desculpas diante do que foi dito.

Verso: “And I remember all those crazy things you said
You let them running through my head
You’re always there, you’re everywhere
But right now I wish you were here”

5 – Smile: um pouco parecida com What The Hell, é uma música agitada, com bastante guitarras e bateria. Avril se revela como uma “Crazy Bitch”, e que ela pode ser quem ela quiser, mesmo se ela estiver perdendo o controle, ela sorri. É uma música para pular, rir e fazer o que quiser. Certamente será um dos singles do novo trabalho.

Verso: “And that’s why I smile, it’s been a while
Since everyday and everything has felt this right
And now you turn it all around
And suddenly you’re underneath the reason”

6 – Stop Standing There: é uma das músicas mais divertidas do álbum. Remete muito canções dos anos 50, com marchinhas, palminhas e frases viciantes. Avril revela um nesta canção para que o cara acorde, para se mostrar quem ele é para ela mostrar quem ela é realmente. É uma ótima música, recheada de versos que rimam.

Verso: “Don’t waste another day
Don’t waste another minute
I can’t wait to see your face
Just to show you how much I’m in it”

7 – I Love You: é uma das músicas mais belas do novo cd. Avril revela seus sentimentos para seu novo namorado, Brody, através de diversas situações que eles vivem juntos. É uma música com arranjos vocais bem elaborados, com apoio de muito violão e bateria.

Verso: “You’re so beautiful
But that’s not why I love you
I’m not sure you know
That the reason I love you is you
Being you, just you”

8 – Everybody Hurts: certamente é a melhor composição do CD. Avril se revela nesta faixa, dizendo que todos se machucam um dia, e que é normal sentir medo e gritar. É uma música com uma letra simples, mas profunda. A melodia dos violões com os arranjos vocais torna a música mais emotiva, dando uma força para quem ouve, independentemente se está sofrendo no momento ou não.

Verso: “Everybody hurts some days, its okay to be afraid
Everybody hurts, everybody screams
Everybody feels this way
And its okay”

9 – Not Enough: esta é uma canção muito reveladora. Avril se mostra que nunca foi o suficiente ser quem ela é para manter seu relacionamento. Certamente é uma canção dedicada ao seu ex-marido. Possui um ótimo arranjo de bateria, guitarra e violão.

Verso: “I’m sorry
If it’s hurt you
But I tried to give what we had once
I was wrong”

10 – 4 Real: é uma canção muito bem escrita, onde Avril se revela ser real o suficiente para manter um relacionamento. Ela revela suas fraquezas e tudo que ela precisa se desgrudar para ter uma vida mais tranqüila. É uma música bem elaborada, com um violão bem suave e vocais bem arranjados.

Verso: “I don’t want to look back,
Cause I know that we have
Something the past could never change.
And now I’m stuck in the moment, and my heart is open”

11 – Darlin: esta canção Avril escreveu quando tinha apenas 15 anos. É uma música bem acústica, apenas com violões e vocais bem elaborados. Nos versos, Avril revela como ela enxerga as pessoas ao seu redor, onde tudo pode ter seus obstáculos, que nem tudo são flores, mas que ela ama tudo da melhor forma que ela pode. É certamente uma ótima música.

Verso: “Pretty please, I know it’s a drag
Wipe your eyes and put up your head
I wish you could be happy instead
There’s nothing else I can do but love you the best that I can.”

12 – Remember When: é uma canção bem verdadeira em seus versos. Avril toca em seu piano toda a sua dor, com arranjos de violino. Certamente é uma música que revela o que sentiu em seu divórcio. É uma canção com um vocal poderoso, onde Avril insiste em relembrar todo o sofrimento que teve. É uma bela canção.

Verso: “These feelings I can’t shake no more
These feelings are running out the door
I can feel it falling down
And I’m not coming back around”

13 – Goodbye: é a canção mais bonita e profunda de todo o álbum. Revela uma Avril desprotegida, dizendo adeus ao seu casamento e ao seu ex marido. É uma canção triste, é perceptível em sua voz. O piano e os arranjos de violino acrescenta mais melancolia no cd. Os versos são simples, mas profundos. É a canção que fecha o cd, dando a sensação que Avril encerra um capítulo de sua vida. Além de ser a canção que nomeia o álbum. É a melhor canção de Goodbye Lullaby.

Verso: “I have to go, I have to go, I have to go
And leave you alone
But always know, always know, always know
That I love you so”

14 – Alice: esta canção é uma faixa escondida no CD, mas em nova versão. Foi trilha sonora do filme Alice Wonderland e Avril fez questão de inserir no novo CD. É uma música bem característica do filme.

Verso: “I’m freaking out
So, where am I now?
Upside down
And I can’t stop it now”

Então esta é minha dica para quem gosta de ouvir um cd de boa qualidade, com músicas que podem ser inseridas em diversas situações de nosso cotidiano. Escute o cd acompanhado (a) ou não e tire suas conclusões. Deixe seus comentários sobre Goodbye Lullaby, da Avril Lavigne.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s